Terça-feira, dia 12 de Dezembro de 2017 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
06/08/2017 - 09:15
Idoso morre após aguardar amputação por dois meses: 'Revolta'
 
 
 
O aposentado George Gomes de Lima, de 69 anos, morreu na noite desta sexta-feira (4), no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ele aguardava há dois meses por uma cirurgia de amputação.

Com diabetes, George foi internado no Hospital de Pequeno Porte (HPP), antigo Pronto Socorro Central de Santos, para a remoção de um dedo do pé que estava necrosado. O quadro se agravou e os médicos decidiram por amputar o pé inteiro.

Inicialmente encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central da cidade, ele foi transferido ao HPP para aguardar uma vaga para realizar a cirurgia. Na sexta-feira, após o G1 noticiar o caso, o idoso foi transferido a Praia Grande.

"Quando ele deu entrada no Irmã Dulce, a médica informou que ele estava com infecção generalizada, e que o pulmão estava comprometido. Um quadro, até então, que não tinham nos informado em Santos", disse a sobrinha, Elaine Cristina Lima da Silva.

George ficou menos de 12 horas internado na nova unidade hospitalar para realizar a cirurgia. "À noite, ligaram para a gente informando que meu tio tinha enfartado. Além da tristeza, eu estou revoltada. É um descaso", desabafou.

Para Elaine, houve negligência por parte da equipe do HPP. "Meu tio teve que receber três bolsas de sangue no Irmã Dulce. Em Santos, aquele hospital está abandonado, e o médico que o atendeu pouco fazia questão de dar atenção", disse.

A assessoria do Hospital Irmã Dulce confirmou que o paciente estava com infecção generalizada, mas informou que ele morreu de causas múltiplas. "Nosso relato e revolta é para que todos fiquem alertas. Pode acontecer com qualquer um", finalizou Elaine.

A Secretaria de Saúde de Santos informou que o paciente necessitava de um leito especializado na área vascular. A pasta disse que a transferência era responsabilidade da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross).

Até a manhã de sexta-feira, ele aguardava uma vaga, que foi liberada em Praia Grande na ocasião. Sobre a alegação da sobrinha, a prefeitura disse que o paciente deu entrada no dia 12 de julho com infecção em membro inferior (pé), decorrente de complicação do diabetes. Desde então, recebeu toda a assistência da equipe multiprofissional da unidade, incluindo a realização de exame de ultrassonografia especializado (Ecodoppler), a prescrição de antibióticos contra a infecção e curativos diários.

Ainda de acordo com a administração municipal, a partir do dia 13, a sua transferência para um necessário leito hospitalar de alta complexidade em cirurgia vascular foi solicitada diariamente pela central de regulação de vagas da cidade para a central de vagas estadual (Cross), responsável pelo gerenciamento de vagas do tipo. Com a piora do quadro clínico, o Cross liberou a transferência do paciente nesta sexta para o Irmã Dulce. A pasta lembra que, na região, o único hospital habilitado para cirurgia vascular de membros inferiores é o Santo Amaro, de Guarujá.
G1
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
06 de Agosto de 2017
08:30
 
 
08:15
 
 
 
05 de Agosto de 2017
12:30
 
 
12:15
 
 
12:00
 
 
11:45
 
 
 
 
11:15
 
 
11:00
 
 
10:45
 
 
10:30
 
 
10:15
 
 
10:00
 
 
09:45
 
 
09:30
 
 
 
 
09:00
 
 
 
 
08:30
 
 
08:15
 
 
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br