Quinta-feira, dia 18 de Dezembro de 2014 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
26/06/2013 - 10:10
"Projeto Padrinho" comemora 13 anos de existência com vitórias
 
 
A equipe do Projeto Padrinho de Campo Grande está em festa. Nesta quarta-feira (26), o projeto completa 13 anos de existência enumerando vitórias.

Criado em Campo Grande em 2000, pela juíza da Infância Maria Isabel de Matos Rocha, o Projeto Padrinho tornou-se referência nacional , e em 2007 ganhou o primeiro prêmio nacional na categoria Magistrados, do Concurso Mude um Destino, promovido pela Associação dos Magistrados Brasileiros, onde concorria com mais de 200 projetos em todo o Brasil.

Inovadora, a proposta mostrou-se tão promissora que foi implantada em várias comarcas do interior: Campo Grande, Dourados, Amambai, Aquidauana, Corumbá, Rio Brilhante, Maracaju, Três Lagoas, Bataiporã, Nova Andradina, Sonora, Jardim, Bonito, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Camapuã, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo e Água Clara, totalizando 19 comarcas que disponibilizam diferentes opções de apadrinhamento:

- padrinho afetivo: dá atenção e carinho à criança institucionalizada; 
- padrinho voluntário: proporciona algum tipo de trabalho nas entidades de acolhimento; 
- prestador de serviço: atende nas instituições de acordo com sua especialidade profissional, de maneira gratuita ou com ajuda material;
- família acolhedora voluntária e padrinhos de famílias.

O Projeto é executado diariamente e de forma permanente, e ao longo dos anos já atendeu  muitas centenas de crianças. Hoje atende aproximadamente 180 crianças e adolescentes apenas na capital de Mato Grosso do Sul.

O apadrinhamento vem sempre acompanhado de atenção e carinho especiais, o que se reconhece nos variados exemplos, como no caso de um empresário e uma madrinha que se responsabilizaram pelo pagamento mensal do tratamento de alguns jovens em Comunidade Terapêutica nas cidades de Três lagoas e Dourados.

Outro exemplo de apadrinhamento é o grupo da 4ª Igreja Batista, que oferece suporte material e orientações básicas para uma família de 13 pessoas até que esta se reorganize para receber os filhos que estão acolhidos.

E mais: recentemente 40 crianças e adolescentes em situação de acolhimento foram ao teatro, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, assistir a uma peça infantil, com ingressos pagos por padrinhos.

Na avaliação da psicóloga Rosa Pires Aquino, que atua no projeto desde sua criação, o apadrinhamento afetivo é o mais importante por permitir a vivência de vínculos afetivos, pois a convivência com outras referências é imprescindível para o desenvolvimento da criança e do adolescente. “Todo ser humano necessita pertencer a uma estrutura familiar e ao convívio em comunidade”, explicou.

De acordo com a psicóloga, pesquisas apontam que a maioria das crianças e jovens que vivem em instituições de acolhimento por muito tempo sofrem com a incerteza do futuro, sem saber se retornarão à família biológica ou se irão para famílias substitutas. Muitos perdem saúde, alegria, motivação e esperança, enquanto ganham mágoas e revoltas.

“Precisamos romper com a dolorosa realidade dos ''filhos do estado'' e partir para a cultura de apadrinhamento afetivo, quando não for possível o retorno ao lar ou à adoção. Temos ótimas parcerias, o que nos permite afirmar que o Projeto Padrinho se consolida ainda mais, enquanto torna-se conhecido em todo o território nacional”, conclui Rosa.

Desde 2011, a Coordenadoria da Infância e da Juventude de MS (CIJ) vem dando apoio na ampliação do Projeto Padrinho, incentivando implantações e proporcionando treinamentos nas comarcas do Estado.

A desembargadora Maria Isabel Rocha, idealizadora do Projeto e atual Coordenadora da Infância,  lembra: “No começo era apenas um sonho realizado numa pequena sala, onde sequer havia um computador, mas logo as pessoas da comunidade se encantaram e vieram participar. Logo logo estava até difícil conseguir entrevistar os interessados em serem voluntários e padrinhos, pois eram muitos os interessados e a equipe era pequena para atendê-los. O entusiasmo da comunidade foi imediato e persiste até hoje. O Projeto se mantém cada vez mais vivo”.

Para quem pergunta o porquê do Projeto, já que existem políticas públicas para garantir os direitos da criança, a Coordenadora lembra que políticas e atendimentos dos serviços públicos são essenciais, mas só o Padrinho pode dar a atenção individualizada, o apoio próximo, o olhar humano, a palavra amiga, que cada criança merece e necessita, sobretudo aquela que está privada temporariamente da convivência familiar, e isso fica ainda mais claro no caso do padrinho afetivo, aquele que se dedica a uma criança em especial, apoiando-a material e afetivamente.

“Estes padrinhos conhecem a criança pelo seu nome, sabem seus gostos, seus desejos, sua dificuldades, seus medos, e não são poucos os casos. Contamos às dezenas de Padrinhos que se aproximaram para dar apoio a um deste meninos, e depois acabaram adotando como filho. Se estas crianças  estão no dia a dia de cada juiz da infância, ele pode e deve dar o apoio que puder,  não só para entregar a solução jurídica, mas também para minimizar sofrimentos e desamparos que persistem de algum modo enquanto tramitam os processos”, destacou a Coordenadora.

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação Social - imprensa@tjms.jus.br
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
26 de Junho de 2013
18:30
 
 
 
 
18:10
 
 
18:00
 
 
17:50
 
 
17:40
 
 
17:30
 
 
17:20
 
 
17:15
 
 
17:14
 
 
17:13
 
 
17:10
 
 
17:00
 
 
16:50
 
 
 
 
16:30
 
 
16:20
 
 
16:15
 
 
16:10
 
 
16:00
 
 
 
 
15:45
 
 
15:40
 
 
15:30
 
 
 
 
15:15
 
 
 
 
15:00
 
 
14:50
 
 
14:45
 
 
14:40
 
 
14:30
 
 
14:20
 
 
14:15
 
 
 
 
14:00
 
 
13:50
 
 
13:40
 
 
13:30
 
 
13:20
 
 
13:10
 
 
13:00
 
 
12:50
 
 
12:40
 
 
12:30
 
 
12:20
 
 
12:10
 
 
12:00
 
 
11:50
 
 
 
 
11:30
 
 
 
 
 
 
11:00
 
 
 
 
 
 
10:30
 
 
10:20
 
 
10:10
 
 
10:00
 
 
09:50
 
 
 
 
09:30
 
 
09:20
 
 
09:10
 
 
 
 
08:50
 
 
08:40
 
 
08:30
 
 
 
 
08:10
 
 
08:00
 
 
07:50
 
 
07:40
 
 
 
 
07:20
 
 
07:10
 
 
07:00
 
25 de Junho de 2013
19:00
 
 
 
 
18:40
 
 
18:30
 
 
 
 
 
 
18:15
 
 
18:10
 
 
 
 
17:50
 
 
17:40
 
 
17:30
 
 
17:20
 
 
17:10
 
 
17:00
 
 
 
 
16:40
 
 
16:30
 
 
16:20
 
 
16:15
 
 
16:14
 
 
16:10
 
 
 
 
15:50
 
 
15:40
 
 
15:30
 
 
15:25
 
 
15:20
 
 
15:10
 
 
15:00
 
 
14:50
 
 
14:40
 
 
14:30
 
 
14:20
 
 
14:10
 
 
14:00
 
 
 
 
 
 
13:30
 
 
 
 
13:10
 
 
13:00
 
 
12:50
 
 
12:40
 
 
12:35
 
 
12:30
 
 
 
 
12:10
 
 
12:00
 
 
 
 
11:45
 
 
11:40
 
 
11:30
 
 
11:20
 
 
11:10
 
 
 
 
10:50
 
 
10:40
 
 
10:30
 
 
10:20
 
 
10:10
 
 
10:00
 
 
 
 
09:40
 
 
09:30
 
 
 
 
09:10
 
 
09:00
 
 
08:50
 
 
08:40
 
 
08:30
 
 
08:20
 
 
08:10
 
 
08:00
 
 
07:50
 
 
07:45
 
 
07:40
 
 
07:30
 
 
07:20
 
 
07:10
 
 
07:00
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br