Domingo, dia 23 de Setembro de 2018 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
01/07/2018 - 12:00
Azambuja diz buscar aliança com PSD, pois partidos têm algo em comum
 
 
 
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) declarou buscar uma aliança com o partido do prefeito Marcos Trad (PSD) pois há algo em comum entre eles: a maneira de governar.

Os dois estiveram juntos em evento realizado neste domingo (1º) na assinatura do convênio para a reforma do Guanandizão. A parceria entre prefeitura e governo rendeu R$ 2,3 milhões para a restauração do estádio.

Azambuja declarou que nacionalmente, o PSD apoia o pré-candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin. “Aliança nacional com o PSD é uma tendência. Se nacionalmente tem uma afinidade com a campanha do Geraldo, possivelmente aqui no Estado nós possamos construir com o PSD, com Marcos,  Antônio Lacerda, com o Fábio (Trad) e com todas as lideranças do partido”, disse.

O governador afirmou ainda o que os partidos tem em comum. “Vamos buscar essa aliança que interessa até porque temos muito em comum, tanto eles no jeito de fazer gestão como a gente, no jeito que administramos. Acho que isso faz com que a gente se una para o pleito das eleições tanto majoritárias quanto proporcionais deste ano”, avaliou.

O ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) e pré-candidato a deputado federal também foi ao evento, causando um certo desconforto entre os presentes. Bernal tem marcado presença em alguns acontecimentos que têm a presença do governador.

Azambuja declarou que o PP tem participado dos eventos junto com os tucanos. “Aliança só na convenção. Não dá para falar aliança antes de fechar as convenções. Mas, existe uma sinalização da vontade de ambos os lados”, disse.

Conforme o governador, a aliança com o partido do Bernal é importante por ser uma sigla grande. “É uma estrutura partidária importante, tem excelente quadros, como o ex-prefeito e tantos outros que existem a nível de Mato Grosso do Sul, quanto lideranças, vereadores. O PP é um partido bem montado, bem constituído”, declarou.

O PP, de acordo com Azambuja, também tem uma importância nacional. “ A nível nacional é uma das maiores legendas da Câmara Federal. É importante para ter uma base de apoio. Se houver um outro mandato, podemos contar também com esse apoio a nível federal e mostrar uma simpatia. Agora essa simpatia pode levar a uma convenção na coligação e o PP compor nossa chapa”, afirmou.

O chefe do Executivo disse também não ter nada para comentar sobre a suposta saída do João Leite Schmidt, da presidência do PDT. “Isso é problema deles e não nosso. Cada partido tem a sua instância partidária que a gente respeita. Isso é problema do PDT. Nós do PSDB não temos nada a comentar até porque isso é interno, não diz respeito a nós de outras siglas partidárias. Tenho certeza que se a notícia for verdadeira, o PDT vai buscar uma solução para isso”, finalizou.

 
Correio do Estado
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br