Domingo, dia 24 de Setembro de 2017 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
12/07/2017 - 14:30
Mais do que três pontos: por que o Dérbi virou uma decisão para o Palmeiras
Irregular e em baixa após resultados negativos nos mata-matas de Copa do Brasil e Libertadores, Verdão encontra o arquirrival Corinthians para recuperar embalo na temporada
 
 
 
Dizem os torcedores mais tradicionais que o clássico entre Palmeiras e Corinthians é muito mais do que um simples jogo. Isso pode ser bem aplicado ao lado alviverde do Dérbi para o duelo desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Mesmo sem valer título e estando ainda longe de qualquer definição da temporada, o confronto na arena palmeirense é quase que uma "decisão" para o time de Cuca.

São vários os fatores envolvidos para os palmeirenses: duelos importantes na Libertadores e na Copa do Brasil, ânimo da torcida, autoestima dos atletas, melhora na produção...

Veja o que o Dérbi pode representar para o Verdão:

Diminuir a vantagem

É óbvio que o primeiro fato importante neste Dérbi é a vantagem alvinegra na liderança do Brasileirão. Após 12 rodadas, o Corinthians soma 32 pontos e tem 13 de vantagem para o Palmeiras, hoje o quinto colocado. Uma vitória alviverde dá também a oportunidade a outros rivais de se aproximarem da primeira posição – Flamengo é o segundo, com 23 pontos, seguido pelo Grêmio, com 22 pontos.

Histórico

O Palmeiras defende uma invencibilidade de quase um ano na arena. A última derrota do Verdão em casa foi no dia 24 de julho do ano passado, em partida contra o Atlético-MG. Desde que inaugurou seu novo estádio, os palmeirenses receberam os corintianos no local três vezes: uma vitória, um empate e uma derrota. Além de defender o retrospecto como mandante, o time de Cuca tem a chance de quebrar uma sequência invicta dos corintianos, que não perdem há 26 jogos.

Ânimo da torcida

Conhecido por ter uma torcida passional e muito exigente, o Verdão já convive com algumas críticas por causa do desempenho do time em 2017. É verdade que Cuca vinha recuperando e fazendo o time embalar no Brasileirão, mas a preparação vem sendo quase que toda voltada para os mata-matas. O problema é que o time abriu decisões na Copa do Brasil e na Libertadores sem vitórias – empatou com o Cruzeiro em casa e perdeu para o Barcelona-EQU, em Guayaquil. Uma vitória no Dérbi certamente vai acalmar as cornetas entre os palmeirenses.

Autoestima

Os tropeços citados acima na Copa do Brasil e na Libertadores atrapalharam a evolução da equipe na temporada. No Brasileirão, com força máxima após a viagem ao Equador, o time foi derrotado pelo Cruzeiro, no último domingo, e viu a pressão aumentar ainda mais. Um bom desempenho diante do maior rival pode recuperar o casamento entre time e torcida e fortalecer o conjunto palmeirense. Resgatar o tão comentado "espírito de decisão" pode influenciar diretamente nas outras competições.

Destaques individuais

No papel, o Palmeiras montou um elenco qualificado para disputar todas as competições de 2017 como candidato ao título. Na prática, o time chegou em julho ainda precisando de ajustes, tanto que continua procurando opções no mercado. O momento de instabilidade passa diretamente pela queda de rendimento individual. E os exemplos dos antes decisivos e hoje questionados são muitos: Fernando Prass, Tchê Tchê, Dudu, Miguel Borja... 

A esperança dos torcedores é de que o time cresça em um momento decisivo, como ocorreu no segundo tempo diante do Cruzeiro, pela Copa do Brasil, sob comando de Dudu. O camisa 7, aliás, tem bom histórico em clássicos com a camisa alviverde.
Sequência decisiva

Ninguém esconde que o objetivo do clube no segundo semestre são as competições mata-mata: Libertadores e Copa do Brasil. No Brasileirão, o pensamento é se manter no pelotão da frente. Um resultado positivo diante do Corinthians pode fazer o time de Cuca embalar novamente na temporada, visando os jogos de volta das quartas de final da Copa do Brasil (contra o Cruzeiro, no Mineirão, dia 26 de julho) e das oitavas de final da Libertadores (contra o Barcelona de Guayaquil, na arena, dia 9 de agosto). 

Em ambos os casos, o Verdão precisa vencer para se classificar: 1 a 0 contra os mineiros e vitória por dois gols de diferença contra os equatorianos.
Globo Esporte
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
12 de Julho de 2017
07:26
 
 
07:13
 
 
 
11 de Julho de 2017
17:10
 
 
16:56
 
 
16:42
 
 
16:28
 
 
16:14
 
 
16:00
 
 
15:45
 
 
15:30
 
 
15:15
 
 
15:00
 
 
14:45
 
 
14:30
 
 
14:15
 
 
14:00
 
 
13:50
 
 
13:39
 
 
13:26
 
 
13:13
 
 
 
 
12:45
 
 
 
 
 
 
12:00
 
 
11:49
 
 
11:36
 
 
11:23
 
 
11:10
 
 
10:56
 
 
10:42
 
 
10:28
 
 
10:14
 
 
10:00
 
 
 
 
09:30
 
 
 
 
09:00
 
 
 
 
08:30
 
 
08:15
 
 
 
 
07:50
 
 
07:39
 
 
07:26
 
 
 
 
07:00
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br