Quarta-feira, dia 12 de Dezembro de 2018 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
04/10/2018 - 10:00
Dia começa com interdições e vistorias de casas pela Defesa Civil
Quarteis do Corpo de Bombeiros passaram a noite atendendo ocorrências de quedas de árvores
 
 
 
Ampliar
 
A tempestade que atingiu Campo Grande na tarde desta quarta-feira (3) deixou um rastro de destruição. Os principais córregos e também o rio Anhanduí transbordaram e a Defesa Civil inicia vistorias à residências abaladas pela chuvas a partir das 7h.

Das três casas que devem receber equipes, duas ficam na avenida Ernesto Geisel - região do bairro Marcos Roberto - e uma no bairro Monte Castelo. O choque térmico atingiu 13 cidades de Mato Grosso do Sul e na Capital a tempestade foi acompanhada de raios.

Nesta manhã, por exemplo, a rotatória da avenida Rachid Neder, na região do Córrego Segredo, está interditada. No local, há congestionamento e uma árvore está caída na “boca” da vasão de água. Ainda na Rachid Neder, na altura da Rui Barbosa parte do asfalto cedeu e há muita sujeira arrastada pela água. 

Na Rua 25 de Dezembro com a Rua Dr. Dollor Ferreira de Andrade, no bairro São Francisco, o asfalto foi arrancado pela força da água. Moradores relataram ao Campo Grande News, que o problema é antigo e se repete em toda chuva forte.

Um morador da rua Angela Abdulahad, na região da Vila Nasser - no norte da Capital -, colocou a casa à venda. "Não aguento mais a situação. Já tive que trocar a porta dele por causa da água e reformar a fachada para não entrar mais", disse o representante comercial Danilo Bitti.

Também no norte da cidade, no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Regina Vitorazzi Sebben, na rua Zulmira Borba, no bairro Nova Lima, as aulas desta manhã foram suspensas. Parte das salas ficou alagada e a quantidade de água que se alojou na laje causa goteiras.

Queda de árvores - O Corpo de Bombeiros passou a noite toda atendendo ocorrências de queda de árvores. Na região da Júlio de Castilho, cinco árvores caíram durante a chuva. Na Rua José Gomes Domingues, galhos de duas árvores cederam durante a chuva.

Falta de luz – Durante a chuva, o fornecimento de energia ficou comprometido em diversos bairros da Capital. Até ontem, segundo concessionária Energisa, o problema atingia principalmente, os bairros Jardim Leblon, Guanandi, Portal Caiobá, Centro, Nova Lima e Jardim Centro Oeste.

Ainda, segundo a empresa, devido aos transtornos, a empresa acionou seu plano de contingência, aumentando em duas vezes o número de equipes em campo na Capital, se comparado a um dia normal. A quantidade de ocorrências superou em três vezes o volume dos atendimentos realizados em dias típicos.

No entanto, leitor que mora na Rua Jataí, no bairro Nova Bandeirantes, está sem luz desde a hora do temporal de ontem. Segundo o morador, equipes da Energisa foram duas vezes ao local, mas não conseguiram resolver o problema.

Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Metereologia), a chuva de ontem começou por volta das 14h30 com ventos de 70,92 km/h e choveu em pouco tempo 36,2 milímetros. O suficiente para transbordas córregos e causar transtornos e pânico. A partir de amanhã (5), o sistema frontal se desconfigura no continente e as temperaturas voltam a aumentar no sábado (6), com os ventos passando para o norte. Com o calor e a umidade, pancadas de chuva e trovoadas são esperadas, principalmente no período da tarde.
CG News
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
04 de Outubro de 2018
07:30
 
03 de Outubro de 2018
18:00
 
 
 
 
 
 
 
 
17:00
 
 
16:45
 
 
16:30
 
 
16:15
 
 
16:00
 
 
15:45
 
 
15:30
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
14:15
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
12:00
 
 
 
 
11:30
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
10:15
 
 
 
 
 
 
09:30
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
 
 
08:30
 
 
 
 
08:00
 
 
 
 
07:30
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br