Segunda-feira, dia 20 de Novembro de 2017 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
18/04/2017 - 12:23
STF julga nesta tarde o recurso do Flamengo pelo Brasileirão de 1987
O Flamengo acompanha o caso de perto com seu vice-jurídico
 
 
 
(Foto: Ag. O Globo)
Ampliar
Bebeto e Renato Gaúcho comemoram o gol do Flamengo na vitória sobre o Atlético-MG, pela semifinal do Brasileiro de 1987
O Flamengo não entra em campo no meio de semana, mas nesta terça-feira, às 14h, a torcida estará ligada na bola que rola no Superior Tribunal de Justiça. Enfim será julgado recurso do clube contra a decisão do ano passado do ministro Marco Aurélio Mello, que manteve o Sport como único campeão brasileiro de 1987.

Relator do processo e voto declarado contra o Flamengo, o ministro disse ao EXTRA estar convencido que o clube do coração não pode se fazer valer de uma decisão da CBF de 2011 de dividir o título.

— A CBF poderia dar o dito pelo não dito, colocar em segundo plano a decisão? Não. A coisa julgada fez a bola ficar quadrada — defende, lembrando a decisão da Justiça Federal de Pernambuco.

Além dele, votam Luis Roberto Barroso, Rosa Weber e Alexandre de Moraes, que não havia sido nomeado ministro há um mês. Por isso, há expectativa de que ele possa pedir vista do processo.

— O colegiado é sempre uma caixinha de surpresas. Cada qual tem o seu convencimento. Há um somatóio de forças distintas. Estou convencido de que o Flamengo perdeu o processo no qual o Sport foi declarado campeão — alega o ministro Marco Aurélio.

O Flamengo acompanha o caso de perto com seu vice-jurídico. Flávio Willeman estará em Brasília. O diretor Bernardo Accioly afirmou que “O Flamengo está confiante que a vitória nos campos também será traduzida em vitória jurídica".

Caso nenhum ministro peça vista e um dos clubes seja declarado campeão, o ministro que redigir o acórdão avalia se caberá novo recurso. Segundo o relator Marco Aurélio Mello, hoje é o apito final.

— Depois dessa decisão não há como recorrer. Eu apenas examinei a situação concreta. Há coisa julgada. Não dá como prevalecer o entendimento da CBF. Vamos ver o placar ao apito final — finalizou.
EXtra
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
18 de Abril de 2017
07:45
 
 
07:30
 
 
07:15
 
 
 
17 de Abril de 2017
18:00
 
 
17:50
 
 
17:49
 
 
17:36
 
 
17:23
 
 
17:10
 
 
 
 
 
 
16:22
 
 
16:09
 
 
16:03
 
 
15:55
 
 
 
 
15:28
 
 
15:14
 
 
15:00
 
 
14:49
 
 
14:36
 
 
14:23
 
 
 
 
13:56
 
 
13:42
 
 
13:28
 
 
13:14
 
 
13:00
 
 
12:45
 
 
12:30
 
 
12:15
 
 
12:00
 
 
11:45
 
 
 
 
11:15
 
 
11:00
 
 
10:50
 
 
10:39
 
 
10:26
 
 
10:13
 
 
10:00
 
 
09:45
 
 
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
08:50
 
 
08:39
 
 
08:26
 
 
08:13
 
 
08:00
 
 
07:45
 
 
 
 
 
 
07:00
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br