Sexta-feira, dia 15 de Dezembro de 2017 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
17/05/2017 - 14:45
Jovem que esfaqueou motorista da Uber diz que queria "pagar pensão"
 
 
 
(Foto: Marina Pacheco)
Ampliar
Autor de crime, que não teve nome revelado pela polícia, é pintor e tem passagem anterior
A Polícia Civil apresentou nesta quarta-feira (17) o pintor de 19 anos acusado de tentar matar a facadas um motorista da Uber (serviço de carona paga pelo celular), de 62, em 27 de abril, no Bairro Moreninha II, região sul de Campo Grande. Seu advogado alegou que o crime foi cometido para que ele "pudesse pagar a pensão" da filha.

Morador do Jardim Aero Rancho, o jovem, que não teve o nome revelado pela polícia, resolveu se entregar na última segunda-feira após a Justiça aceitar o pedido de prisão preventiva por 30 dias.

Segundo Gustavo Ferrari, delegado da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) responsável pelo caso, a identificação do autor foi rápida e aconteceu dias após o crime, quando o Fox prata da vítima que havia sido roubado foi localizado abandonado em um bairro vizinho, com a faca usada no crime dentro.

“Com os dados passamos a investigar junto aos pronto-socorros os atendimentos feitos de pessoas com cortes nas mãos”, disse Ferrari.

No total, cinco testemunhas foram ouvidas pelos policiais, incluindo o colega do autor que acionou o motorista esfaqueado com seu celular, cujo depoimento deu a certeza de que o crime seria de latrocínio (morte em assalto) tentado, pelo qual ele foi indiciado.

“A pessoa que pediu a Uber para o autor foi ouvida e foi constatado que ela agiu na inocência, ou seja, não sabia da intenção do acusado. Essa informação trouxe mais certeza sobre a premeditação do crime, uma vez que ele (acusado) tentou se eximir da responsabilidade”, completou o delegado Ferrari.

Segundo o advogado do jovem, Caio Magno Couto, o acusado resolveu praticar o delito por precisar de dinheiro para pagar a pensão à filha, de idade não revelada. “Ele não tinha a intenção de roubar o carro, apenas a carteira e o celular do motorista”, disse.

O pintor já possui passagem pela polícia por receptação de objeto roubado, quando era adolescente.

O crime – Os fatos aconteceram por volta das 18h40 daquele dia. Segundo a polícia, o acusado pediu ao amigo, por meio de um aplicativo de mensagens na Internet que pedisse um Uber para sua casa, de onde saiu sem rumo certo, vagando.

Ao chegar na Rua Copaíba, o jovem anunciou o assalto e o motorista da Uber reagiu. Houve luta corporal e a vítima foi esfaqueada quatro vezes, duas no tórax, pescoço e orelha.

Mesmo ferido o motorista desceu do carro e correu pedindo ajuda. O autor então assumiu a direção do veículo e arrancou em velocidade. Ele foi ferido nas mãos durante a briga.

Para a polícia, outro sinal da premeditação foram as luvas encontradas no carro. Em seu depoimento à polícia, ele desmentiu que tivesse planejando algo e que manteve o assessório porque estava com frio.

Segundo a assessoria da Santa Casa, o colaborador da Uber seguia internado, mas desta vez está na enfermaria, onde se recupera bem após passar uma semana na unidade de terapia intensiva do local.
Campo Grande News
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
17 de Maio de 2017
07:13
 
 
 
16 de Maio de 2017
18:00
 
 
17:45
 
 
17:30
 
 
17:15
 
 
17:00
 
 
16:50
 
 
 
 
 
 
16:13
 
 
16:00
 
 
15:45
 
 
15:30
 
 
15:15
 
 
15:00
 
 
14:45
 
 
14:30
 
 
14:15
 
 
14:00
 
 
 
 
13:39
 
 
 
 
13:13
 
 
 
 
12:45
 
 
12:30
 
 
12:15
 
 
 
 
11:50
 
 
 
 
11:26
 
 
 
 
11:00
 
 
10:50
 
 
10:39
 
 
10:26
 
 
10:13
 
 
10:00
 
 
 
 
09:30
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
 
 
 
 
08:15
 
 
 
 
07:50
 
 
07:39
 
 
 
 
07:13
 
 
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br