Segunda-feira, dia 29 de Maio de 2017 - Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal
EVENTOS
SOCIAL
ANIVERSÁRIOS
LAZER
18/04/2017 - 17:30
Sem aceitar decisão, taxistas recorrem a vereadores para limitar Uber na Capital
Na semana passada, Comissão que trata do tema decidiu por oito votos a cinco que não iria impor limite para motoristas de aplicativo
 
 
 
Contrários à definição da comissão da prefeitura de não impor limites no número de carros e motoristas que oferecem ‘caronas pagas’ por meio de aplicativo de celular, como a Uber, cerca de 100 taxistas e mototaxistas manifestam descontentamento em reunião com vereadores na tarde desta terça-feira (18). Eles querem reverter a decisão e empunham cartazes pedindo apoio.

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Mato Grosso do Sul, Bernardo Quartim, argumenta que a medida inviabiliza a atuação comercial do segmento. “Estamos reivindicando um novo delineamento porque hoje trabalhadores não estão sendo contemplados, estão tendo seus direitos feridos por essa falta de regulamentação que faz perder espaço no mercado”, defende.

Mais radical, João Ricardo Alves da Silva, de 53 anos, taxista há 28, alega que não consegue mais pagar as contas depois que a Uber chegou a Campo Grande. “Minhas corridas caíram 60%. A solução é limitar a 490 Uber, exigir que usem placas vermelhas, que fiquem distantes pontos (de táxi) e que não possam parar em locais públicos onde haja táxi”, dispara.

Durante suas falas, representantes da categoria querem também que a prefeitura encomende estudo de viabilidade financeira para aprovação dos novos alvarás, “pois não vão ter onde alocar novos profissionais”.

Eles referem-se à liberação de 217 novos alvarás para motoristas auxiliares, ponto já determinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD).

Na reunião da última quarta-feira (12), a Comissão Especial que trata do assunto votou os primeiros encaminhamentos. O placar da votação foi de oito votos favoráveis a quebrar a limitação de carros para aplicativos como Uber e similares, enquanto cinco foram contra. Não foi divulgado quem votou contra ou a favor.

Além do prefeito da Capital, Marquinhos Trad, fazem parte do grupo vereadores, secretários municipais, Ministério Público Estadual, OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul) e representantes dos motoristas, taxistas e mototaxistas.
Campo Grande News
 
Curtiu o Aquidauana News?
Mais notícias
 
18 de Abril de 2017
07:45
 
 
07:30
 
 
07:15
 
 
 
17 de Abril de 2017
18:00
 
 
17:50
 
 
17:49
 
 
17:36
 
 
17:23
 
 
17:10
 
 
 
 
 
 
16:22
 
 
16:09
 
 
16:03
 
 
15:55
 
 
 
 
15:28
 
 
15:14
 
 
15:00
 
 
14:49
 
 
14:36
 
 
14:23
 
 
 
 
13:56
 
 
13:42
 
 
13:28
 
 
13:14
 
 
13:00
 
 
12:45
 
 
12:30
 
 
12:15
 
 
12:00
 
 
11:45
 
 
 
 
11:15
 
 
11:00
 
 
10:50
 
 
10:39
 
 
10:26
 
 
10:13
 
 
10:00
 
 
09:45
 
 
 
 
09:15
 
 
09:00
 
 
08:50
 
 
08:39
 
 
08:26
 
 
08:13
 
 
08:00
 
 
07:45
 
 
 
 
 
 
07:00
 Busca por data:
Aquidauana News - Junho de 2002 - Todos os direitos reservados CW Assessoria e Marketing
Editor Responsável - Wilson de Carvalho - (67) 9908-2687 - ducarvalho@terra.com.br